Resenha: Garota Exemplar

01 dezembro 2015

Pra começar vamos explicar uma coisa: o gênero desse livro não faz em nada o meu estilo. Eu sou uma pessoa que só lê best-sellers porque eu tenho preguiça de procurar outros livros, a não ser que alguém ou algum vlog indique, mas dentre eles eu sempre deixo de lado livros de suspense e mistério, e é exatamente isso que Garota Exemplar é. Eu fiquei muito apaixonada pelo filme, de verdade, e apesar de um pouco maçante, eu queria ler o livro, ver os detalhes retirados - que foram poucos - e saber mais sobre toda a Amy Exemplar.
Garota Exemplar
Gone Girl
Autor: Gillian Flynn
Editora: Novo Século
Ano: 2012-2014
Páginas: 448
Nota: ❤ ❤ ❤ ❤ ❤
Sinopse: O livro começa no dia do quinto aniversário de casamento de Nick e Amy Dunne, quando a linda e inteligente esposa de Nick desaparece da casa deles às margens do rio Mississippi. Sinais indicam que se trata de um sequestro violento e Nick rapidamente se torna o principal suspeito. Sob pressão da polícia, da mídia e dos ferozmente amorosos pais de Amy, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamento inapropriado. Ele é evasivo e amargo — mas seria um assassino? Ao mesmo tempo, passagens do diário de Amy revelam um casamento tumultuado — mas ela estaria contando toda a história? Alternando entre os pontos de vista de Nick e Amy, Flynn cria uma aura de dúvidas em que o cenário muda a cada capítulo. À medida que as revelações surgem, fica claro que, se existe alguma verdade nos discursos de Nick e Amy, ela é mais sombria, distorcida e assustadora do que podemos imaginar.
A narrativa de Gillian Flynn é muito incrível, e não me recordo de ter lido qualquer livro onde o narrador praticamente conversa com o leitor da forma que Amy e Nick fazem em seus pontos de vista. Até certa parte do livro, o ponto de vista de Amy é a partir de um diário escrito por ela, onde ela relata aproximadamente uns sete anos de sua vida e diversos momentos bons e ruins de seu casamento. A intenção de nossa Garota Exemplar aqui é que você a ame a partir dos relatos no diário, mas que não fique plenamente com ódio de Nick com as coisas que ele fez.

O livro possui uma trama intensa, as vezes confusa e muito surpreendente, e a partir dele você verá o quanto as aparências enganam. Você terá personagens rancorosos e vingativos, muito vingativos, mas também disciplinados à ter o que querem, a punir aqueles que saem da linha.
Assim como o filme, o inicio do livro é um pouco entediante, você tem que suportar as mentirinhas estúpidas de Nick, sua falta de emoção com o desaparecimento da esposa, e principalmente os pais babacas de Amy. Depois de certo tempo o livro começa ganhar "ação" e passa a te encher de dúvidas em relação a esse casal. Você vai sim querer saber o que aconteceu com Amy Exemplar, mas depois de um tempo isso some da sua cabeça e a única coisa que você quer saber é: quem está falando a verdade?

Essa era minha décima primeira mentira. A Amy de hoje era agressiva o suficiente para você às vezes querer machucá-la. (...). Minha esposa não era mais minha esposa, mas um nó de arame farpado me intimando a desfazê-lo, e eu não estava à altura do trabalho, com meus dedos grossos, insensíveis e nervosos.
Eu queria ter deixado para descobrir o final com o decorrer do filme, mas depois de ver um comentário na internet eu não me aguentei e fiz a idiota e procurei o final, o que me deixou chocada ao descobrir quem é está mentindo e quem não está, quem é o manipulador e quem é o manipulado.
O livro não é só uma "crítica" ao casamento, mas também as mídias televisivas que são repletas de mentiras, e uma grande mudança na forma de propagação da informação, já que Nick e Amy trabalhavam em uma revista - ele jornalista e ele criava testes de personalidade - e foram demitidos com a ascensão da era digital.

Gillian Flynn gera uma reflexão durante a leitura, nos faz questionar o porque de diversas coisas que aconteceram, e arrisco dizer que até nos obriga a escolher um lado. O final de Garota Exemplar talvez seja o mais perturbador possível por conta da grande reviravolta que temos.
Uma coisa bacana no filme é que está tudo ai. O livro inteiro está no filme, exceto uma cena da qual descobrimos um pouco mais sobre um personagem em especial, e eu não me aguentei e fui obrigada a aproveitar o fechamento de uma locadora para comprar o dvd. O filme tem o roteiro escrito por ninguém mais ninguém menos que: Gillian Flynn.

2 comentários

  1. Ainda não tive oportunidade de ler o livro, mas eu amei o filme! Achei ótimo demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom, de verdade Vale cada minuto e centavo gasto!

      Excluir

© 2014 - wolfmess 🌵 | Base por Maira Gall | Modificações e Design por Jamile Galtério (eu!)